Publicidade sem mensagem, por Daniel Aguado

Neste artigo, Daniel Aguado comenta sobre a importância de entender o papel estratégico do conteúdo apresentado numa campanha publicitári.

Sem dúvidas, a publicidade é uma ferramenta indispensável para a construção de uma marca sólida e desejada por seus consumidores. Além disso, suporta às instituições na construção de narrativas que sejam efetivas em momentos de mudanças, gestão de crises e, claro, nas estratégias de vendas e captação de potenciais clientes. Nesse contexto, é muito importante que os profissionais de comunicação e marketing entendam o papel estratégico que o conteúdo apresentado numa campanha publicitária tem, especialmente, quando queremos que os consumidores tomem alguma ação após serem impactados por determinada mensagem de marca.

Ao acompanhar o lançamento da marca VIBRA, fiquei em dúvida sobre qual era o residual que a empresa gostaria de deixar aos consumidores. O que estava sendo narrado naquelas peças publicitárias? Não se trata da qualidade estética ou da produção das peças (excelentes, por sinal) mas, sim, sobre a falta de conteúdo e de clareza no que estava sendo contado ao público. Enfim, precisei pesquisar com mais profundidade para entender que se tratava da nova marca da BR Distribuidora.

Na contramão da VIBRA e, quase que simultaneamente, fomos apresentados a DEXCO, uma fusão de marcas bem reconhecidas dos consumidores, entre elas a Deca, a Hydra e a Durafloor. Em sua primeira campanha institucional, a DEXCO tratou de não deixar dúvidas aos consumidores, narrando em cada uma das suas peças publicitárias o legado construído pelos produtos e pelas marcas que, agora, passam a compor o seu portfólio. A marca optou por uma narrativa linear e bem estruturada, quase como uma passo-apasso até o seu nascimento. Parece óbvio, mas construir uma mensagem simples e linear, sem perder o potencial de engajamento, é um grande desafio aos profissionais de marketing e às agências de publicidade.

Acredito que vale a reflexão e o convite para que visitem às duas campanhas e, a partir dessa experiência, avaliem como a construção de uma boa mensagem (contexto, repertório e conteúdo) é tão relevante quanto uma boa produção!

https://www.linkedin.com/in/daniel-aguado-1b7b229/

Leia mais notícias:

https://marcaspelomundo.com.br/opiniao/valorize-o-savoir-faire-corporativo-por-daniel-aguado/

https://marcaspelomundo.com.br/destaques/qual-opcao-nos-restara-por-daniel-aguado/

https://marcaspelomundo.com.br/