O futuro do live marketing, por Daniel Aguado

Neste artigo, Daniel Aguado conta como atividades econômicas sempre estiverem associadas às ações de live marketing de seus patrocinadores.

Com o avanço da vacinação contra a COVID no Brasil e no mundo, alguns setores da economia se preparam para a retomada integral das suas atividades, em especial, aqueles muito afetados pelas restrições determinados pelo distanciamento social, como os eventos corporativos, os shows, os espetáculos teatrais, os eventos esportivos, entre tantas outras atividades. Em sua (…)

Os jogos olímpicos da pandemia

Jogos Olímpicos Tokyo 2020

Após um ano de atraso, em 23 de julho de 2021, serão abertos oficialmente os Jogos Olímpicos de Tóquio. O evento esportivo mais importante do mundo enfrentará desafios que vão além das competições esportivas, incluindo a ausência do público nas arenas, os constantes processos de testagem dos atletas e, possivelmente, o surgimento de inúmeros casos (…)

O fim dos cookies: como isto impacta as marcas?

Foto Monica Villani; Artigo: O fim dos cookies: como isto impacta as marcas?

O Google acabou de divulgar, em seu blog brasileiro, um novo cronograma do plano do Chrome, seu navegador, para ter as principais (e novas) tecnologias em uso até o final de 2022 e, até o final de 2023, encerrar o suporte aos cookies de terceiros. Essa iniciativa faz parte da Privacy Sandbox, que tem como (…)

Experiências Exemplares

Experiências Exemplares, por Daniel Aguado

Os profissionais de marketing precisam estar sempre atentos às mudanças na sociedade e, consequentemente, aos impactos gerados no comportamento dos consumidores. Tais ciclos de evolução estão cada vez mais rápidos e complexos e, em muitos casos, tendo a experiência digital como um pilar essencial para a sobrevivência das marcas. Neste contexto, acredito que seja muito (…)

Doce mentira, por Daniel Aguado

Doce Mentira - Nestlé - por Daniel Aguado

A Nestlé, umas das mais tradicionais e admiradas marcas do Brasil, será investigada por propaganda enganosa em produtos da linha Nesfit, após denúncia do IDEC – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumido – ao Procon-SP. De acordo com o processo, apesar de ter mel no nome e o desenho do alimento em destaque nas embalagens (…)

A Marca das Vacinas

A marca das Vacinas, por Daniel Aguado

A polêmica envolvendo a atriz Fernanda Torres e a sua busca pela vacina contra a covid da marca Pfizer, geraram um verdadeiro reboliço nas redes sociais e deu ainda mais visibilidade a um comportamento bastante inusitado de parte da população brasileira que, em plena pandemia, decidiu escolher a marca da vacina como quem escolhe uma (…)

A geração permuta

A geração permuta, por Daniel Aguado (influencer)

Nas últimas décadas, com a popularização dos meios de comunicação digitais, em especial, as redes sociais; acompanhamos o surgimento de um novo tipo de artista, celebridade e formador de opinião, pautado basicamente por seu número de seguidores e likes que conseguem gerar nas suas respectivas páginas oficiais. Um fenômeno capaz de lançar ao estrelato pessoas (…)

CAOA Chery e o velho marketing

Desde o anúncio da compra das operações da chinesa Chery no Brasil, o grupo CAOA tem investido alguns milhões de Reais em publicidade para dar visibilidade à sua gama de produtos e, acima de tudo, reverter a percepção dos consumidores brasileiros sobre a qualidade dos carros chineses à venda em nosso País. A estratégia parece (…)

Segmentar para ser relevante

Segmentar

O conceito de segmentação não é novo para os profissionais de marketing e comunicação e, com o passar dos anos e a chegada das novas tecnologias, tornou-se uma disciplina indispensável para o sucesso das campanhas e dos negócios. No entanto, a possibilidade de vender assertivamente um produto para o consumidor desejado, traz um desafio adicional (…)

Marcas: parem de culpar a pandemia!

Marcas: parem de culpar a pandemia

Como já abordado em outros momentos nesta coluna, a pandemia é algo devastador sob muitos aspectos, especialmente, sob o ponto de vista das milhares de vidas afetadas. No entanto, hoje, quero abordar um outro fenômeno gerado por este terrível momento que estamos atravessando: a recorrente atitude que algumas marcas têm adotado, delegando à pandemia parte (…)