Mídia Banco24Horas premia histórias de superação e sucesso de pequenos empresários

Mídia Banco24Horas premia histórias de superação e sucesso de pequenos empresários.

Quatro pequenos e microempreendedores do setor de bens e serviços, que foi um dos mais afetados pela pandemia de Covid-19, terão suas histórias de superação e sucesso divulgadas gratuitamente nas telas do Mídia Banco24Horas, plataforma de mídia digital out of home (DOOH) que integra o portfólio de produtos do Banco24Horas. Badoque Geek, Otoclinic Aparelhos Auditivos, Biskrek e Espectro Energia Solar foram as vencedoras do Concurso Cultural Empreendedor24Horas, compartilhando suas histórias de superação na crise causada pela pandemia, além de descrever como começaram os seus negócios e a responder à pergunta: ‘como o Mídia Banco24horas poderia apoiá-los nessa retomada’.

Cada uma receberá um prêmio equivalente a R$ 164 mil, pago por meio de veiculação de campanhas publicitárias ou promocionais, durante dois meses. O circuito (locais de veiculação) será escolhido pelos vencedores, que poderão optar por até 50 pontos onde estão instalados caixas eletrônicos com telas do Mídia Banco24Horas. O produto exibe inserções publicitárias e informações institucionais em monitores full HD instalados no topo de 2,4 mil caixas eletrônicos, presentes em mais de 100 cidades brasileiras.

Realizado entre novembro e dezembro do ano passado, e aberto a empreendedores maiores de 18 anos residentes no Brasil nas modalidades de micro (com faturamento anual de até R$ 360 mil) e pequena empresa (faturamento de R$ 360 mil até R$ 4,8 milhões), o Concurso Cultural Empreendedor24Horas teve como objetivo ajudar os pequenos e microempreendedores a dar mais visibilidade aos seus negócios com a divulgação gratuita de suas empresas no Mídia Banco24Horas.

A iniciativa foi um sucesso: em apenas um mês, a organização do concurso recebeu 120 cadastros e 66 histórias. Foram mais de 35 mil acessos ao ‘hotsite’ do concurso e 1,8 milhão de pessoas impactadas pelas mídias sociais da empresa.

“O concurso teve como principal objetivo apoiar o pequeno e o microempreendedor, premiando e divulgando suas histórias de superação, empreendedorismo positivo e autonomia. Ao utilizar um dos mais de 90 serviços disponíveis nos caixas eletrônicos do Banco24Horas, os consumidores também têm a oportunidade de conhecer novas empresas nas telas do Mídia Banco24Horas e de visualizar formas de impulsionar seus pequenos negócios”, afirma Thaís Passarella, Superintendente de Marca, Marketing e Comunicação da TecBan.

As histórias vencedoras chamaram a atenção, como a da Badoque Geek, loja de Recife, em Pernambuco. “Eu tinha muita dificuldade de encontrar itens geek colecionáveis por um preço acessível. Comecei a comprar para mim peças de uma empresa que vendia para MEIs e a oferecer a amigos, até que vi uma oportunidade de negócio”, fala Givaldo Júnior, que enfrentou sérias dificuldades durante a pandemia. “A gente fechou 2020 com R$ 30 mil de débito e sem perspectiva de voltar a funcionar. Quando o comércio reabriu, precisei pegar R$ 4 mil emprestados com um amigo”, relembra Júnior, que conseguiu dar a volta por cima. “Após quatro meses, havia quitado a dívida e inaugurado um quiosque em um shopping. Hoje, faturamos R$ 50 mil por mês”, conta o empresário, que comemora o prêmio recebido no concurso cultural. “Como o Mídia Banco24Horas está presente em mais de 100 cidades do Brasil, acreditamos que a visibilidade alcançada no programa será positiva para fazer nossa marca chegar a pessoas que não saberiam sequer da nossa existência”.

Outra vencedora foi a Biskrek, especializada em salgadinhos de gergelim, situada na Freguesia do Ó, em São Paulo, que surgiu graças a uma lembrança de infância da proprietária. “Sempre tive o desejo de criar algo que existisse fisicamente. Um dia, acordei e falei que iria fazer os biscoitos que minha avó fazia. Como teste, fiz alguns para levar em um bazar e vendi tudo em uma hora”, conta Lucy Minami Vieira, que, para crescer, levou o produto a empórios e mercadinhos. “Participar e ser uma das ganhadoras do Concurso Cultural Empreendedor24Horas é uma oportunidade para divulgar a empresa e para que as pessoas saibam o quanto o nosso biscoito é saboroso”, ressalta Lucy.

A terceira história escolhida foi da Otoclinic Aparelhos Auditivos, localizada no bairro de Santana, na capital paulista, começou suas atividades em 2008, quando Viviane Ribeiro e seu pai decidiram abrir uma clínica para a seleção e adaptação de aparelhos auditivos para o atendimento a idosos no diagnóstico médico. “De 2008 para cá, surgiram grandes conglomerados de empresas com o mesmo produto, o que acabou trazendo impacto para o pequeno negócio. E, com a pandemia, quase quebramos, pois o público é 90% composto por idosos”, fala Viviane, que viu no concurso uma excelente oportunidade para divulgar a marca. “É importante para termos maior exposição, especialmente frente a grandes concorrentes. Com a cobertura que tem o Banco24Horas, nossa marca vai chegar a cada esquina”, comemora.

Por fim, a possibilidade de ajudar as pessoas a consumirem energia limpa, reduzindo suas despesas e contribuindo com o meio ambiente, além da flexibilidade que o empreendedorismo dá ao empresário, proporcionando uma melhor qualidade de vida, levou Jéssica Emili Araujo Santos a criar a Espectro Energia Solar meses antes da pandemia. “Este é um mercado novo, porém com grandes players. Tínhamos poucos recursos e estávamos limitados por questões externas. Então, tivemos que pensar em novas estratégias para sermos vistos e conseguirmos chegar às pessoas certas”, afirma Jéssica, que está empolgada com a premiação no concurso. “Por meio de cada espaço de mídia DOOH do Banco24Horas, alcançaremos milhares de pessoas diariamente, mostrando a importância e a relevância dos nossos serviços, chegando às pessoas certas, e ajudando a população a economizar, contribuindo positivamente com a economia do País, começando pela conta de luz”, finaliza.

Agência MRM Brasil tem novo CCO.

Agência MRM Brasil tem novo CCO

Diogo Pace acaba de assumir o posto de novo CCO da MRM Brasil, substituindo Eduardo Rodrigues, um dos sócios fundadores da empresa e que vem