MarcasPeloMundo_branco

Cannes Lions 2024 – Brasil leva três Leões na categoria de Design

Cannes Lions 2024 - Brasil leva três Leões na Categoria de Design

No Cannes Lions 2024, a criatividade brasileira brilhou intensamente na categoria de Design, com a conquista de três Leões por projetos realizados pelas agências: Artplan, AlmapBBDO e DM9.

Leão de Ouro: BLACK LIGHTS – AlmapBBDO 

O projeto “Black Lights”, desenvolvido pela AlmapBBDO em parceria com Bradesco Seguros, Goma/Empregue Afro e Museu Afro-UFBA, levou para casa o cobiçado Leão de Ouro. Esta iniciativa visa iluminar e celebrar a cultura afro-brasileira, promovendo a inclusão e a diversidade. O trabalho integra arte, tecnologia e história para criar uma experiência imersiva que destaca a rica contribuição da comunidade afro-brasileira para o país. A colaboração entre diversas instituições e o uso criativo de elementos visuais e táteis foram decisivos para o reconhecimento do projeto no Cannes Lions.

Leão de Prata: “Atacama Fashion Week” – Artplan São Paulo

A Artplan São Paulo conquistou o Leão de Prata com o “Atacama Fashion Week”, uma colaboração entre Desierto Vestido e Fashion Revolution. Este projeto transformador trouxe à tona a problemática do desperdício de roupas e o impacto ambiental da moda. Realizado no deserto do Atacama, conhecido por ser um destino final para toneladas de roupas descartadas, o evento promoveu a conscientização sobre a sustentabilidade na moda. O desfile apresentou criações feitas a partir de roupas recicladas, sublinhando a importância de práticas sustentáveis e o potencial de transformar resíduos em moda de alta qualidade. Confira vídeo:

Ao criar a marca “Atacama Fashion Week” (AFW), um desfile de moda, trajes, materiais promocionas, calendário, mídia OOH e website, a equipe conseguiu imergir o público em uma experiência significativa: descobrir a situação desafiadora do deserto atualmente. A construção da marca AFW chamou a atenção da indústria da moda para a emergência ambiental que ocorre no deserto. Todos os ícones gráficos de design homenagearam o evento de semana de moda internacional, com a cor da marca inspirada na areia do deserto. Utilizando  a linguagem e os códigos do mundo da moda de maneira subversiva para gerar conscientização sobre o problema.

A maioria das roupas descartadas no Deserto do Atacama é feita de poliéster, um tecido à base de plástico que leva até 200 anos para se decompor. A queima constante de roupas neste aterro libera fumaças tóxicas que envenenam o solo, a camada de ozônio e prejudicam a saúde da população local, enquanto o mundo da moda ignora o problema. De acordo com a ONU, trata-se de uma emergência social e ambiental para o planeta. Desierto Vestido e Fashion Revolution foram parceiros cruciais neste projeto, promovendo a conscientização ambiental e influenciando políticas públicas.

Cannes Lions 2024 - Brasil leva três Leões na Categoria de Design

O Atacama Fashion Week foi inspirado nas grandes semanas de moda do mundo. Sua identidade foi refletida em um logotipo elegante, cujas serifas pontiagudas lembram os cactos do Deserto do Atacama. Elementos de design complementares baseados em gráficos de transporte, como etiquetas, códigos de barras e ícones, destacaram o outro lado do problema: roupas chegando de todo o mundo e sendo descartadas no deserto. O logotipo simboliza as montanhas do deserto e uma costura, enquanto elementos de importação/exportação no design gráfico lembram carimbos de importação. O calendário de moda, com capas feitas de roupas descartadas do aterro, expôs a crise diária da área, com fotos editoriais estilosas justapostas a dados sobre o problema do desperdício de moda no deserto.

Houve um aumento de 550% nas buscas por “Clothes Landfill in Chile” e um aumento de 47% nas buscas por “Sustainable Fashion”, culminando no maior pico de buscas por “Sustainable Clothing” nos últimos 12 meses, logo após o evento. Esse interesse crescente foi acompanhado por uma taxa de engajamento de 55% e mais de 4.000 ações no site do evento. O Atacama Fashion Week se tornou parte do calendário mundial da moda, e a pressão dos consumidores resultou em mais de 50.000 e-mails enviados a marcas de moda, questionando sua responsabilidade em relação ao aterro.

Leão de Bronze: “Blood Aid” – DM9

O “Blood Aid” criado pela DM9 São Paulo, em parceria com o Dasa Integrated Health System, conquistou um Leão de Bronze na categoria Design. Este projeto inovador foca na doação de sangue, utilizando tecnologia avançada para conectar doadores e receptores de maneira eficiente. A campanha aumentou a conscientização sobre a importância da doação de sangue e facilitou o processo, salvando vidas e fortalecendo a saúde pública no Brasil.

Blood Aid é um novo tipo de curativo usado após exames de sangue nos diagnósticos da DASA. Em contato com o sangue, ele revela o tipo sanguíneo em segundos, permitindo que os profissionais da DASA forneçam informações de saúde específicas e conectem o paciente ao banco de sangue para futuras doações.

O Blood Aid é gratuito para quem faz exames na DASA. No Brasil, 40% da população não conhece seu tipo sanguíneo. Saber essa informação é crucial para a saúde e facilita a doação em tempos de escassez. A DASA decidiu tornar essa informação acessível e incentivar os pacientes a se inscreverem para alertas de doação.

Nos últimos dois meses, Blood Aid substituiu os curativos comuns em todas as unidades da DASA no estado de São Paulo, impactando cerca de 30 mil pacientes. Desses, 14 mil se inscreveram no banco de sangue e 9 mil agendaram outros exames de saúde.

O Marcas pelo Mundo no Cannes Lions tem o patrocínio de Artplan, B&Partners.co, Lew’Lara\TBWA, Vox Haus e World Creativity Festival.

Leia outras notícias:

https://marcaspelomundo.com.br/categorias/coberturas-especiais/cannes/