Greenpeace Brasil tem uma nova Diretora Executiva: Carolina Pasquali

Greenpeace Brasil anuncia Carolina Pasquali

Carolina Pasquali é anunciada hoje, dia 17 de Maio, como a nova Diretora Executiva do Greenpeace Brasil. Carolina assume o cargo com a missão de continuar defendendo nossa democracia e nossa morada comum, na construção de um futuro mais verde e pacífico, justo, próspero e saudável para todos nós e as outras formas de vida que habitam este planeta.

“É uma honra assumir este desafio em um momento tão importante, em que temos a urgência de refletir sobre como queremos viver as próximas décadas e a oportunidade de agir para concretizar essa visão e o legado que queremos deixar para as gerações futuras”, diz Carolina.

A nova Diretora Executiva é jornalista, atuou por mais de dez anos em veículos de imprensa e lançou no Brasil o projeto global Design for Change (aqui batizado de Criativos da Escola), que dirigiu por dois anos até entrar para o time do Instituto Alana e incorporá-lo ao portfólio da organização. O Criativos da Escola estabeleceu um amplo diálogo com estudantes de todo o país por meio de projetos que endereçam soluções criadas por eles para temas que desafiam e mobilizam.

Em oito anos desenvolvendo campanhas e projetos educacionais no Alana, sendo os últimos três como Diretora Executiva, Carolina esteve à frente de uma equipe de quase 100 pessoas e lançou iniciativas como as TiNis, que fomenta o plantio por famílias e em escolas, além de plataformas como o portal Lunetas, hoje com mais de 1 milhão de visitantes mensais, e o Videocamp, plataforma que reúne filmes com potencial de impacto e viabiliza exibições gratuitas e debates em torno dessas obras, como forma de democratizar o acesso à cultura e à informação.

No Greenpeace Brasil, que completou 29 anos de atuação no último dia 26 de abril, a nova Diretora Executiva irá liderar um time de quase 200 funcionários e dois escritórios, em São Paulo (SP) e Manaus (AM), e que conta com cerca de 4.500 voluntários ativos em todo o país. Carolina substitui Asensio Rodrigues, que esteve à frente da organização por quase sete anos.

 

Leia outras notícias:

Greenpeace e gamers se unem contra desmatamento da Amazônia

www.marcaspelomundo.com.br