Let her run da Africa para SporTV conquista Grand Prix no Ciclope Latino 2021

Africa conquista Grand Prix no Ciclope Latino

O prêmio Ciclope Latino 21 é a primeira premiação latino-americana totalmente dedicada à arte do cinema em publicidade e imagem em movimento. Um dos reconhecimentos foi “Let her run”, uma produção da Santería, com direção de Rafa Damy, que ganhou o Grand Prix na edição 2021.  O “Let Her Run”, da Africa para SporTV, é um movimento de combate a discriminação nos esportes e trata do constrangedor teste de feminilidade dos Jogos Olímpicos.

O Ciclope Latino homenageia o trabalho realizado por profissionais latino-americanos e empresas sediadas na região destacando a arte de execução, ao invés das ideias. Considera que uma boa execução é tão importante quanto a ideia e extremamente determinante para a experiência do consumidor.

“Quando recebi o roteiro do filme “#LetHerRun” da agência Africa, vi a oportunidade de contribuir com tudo que a Santería e eu acreditamos dentro do processo criativo e de produção de um filme, seja na pesquisa do casting, da locação, da fotografia, da dramaticidade do roteiro e da verdade nua e crua da história,  trazer isso para as telas através de uma atuação forte e real é uma combinação que me motiva como diretor e faz eu me entregar ao storytelling”,  Rafa Damy, diretor de cena da Santería.

A Santería, produtora brasileira do “Let her run”, tem como único foco se tornar referência no país quando se pensa em filmes publicitários de qualidade criativa, seja qual for o formato. Seu compromisso é com o produto criativo que chega vindo das agências, consultorias ou qualquer outro parceiro estratégico das marcas. Criada no final de 2020, pelo premiado diretor de criação Felipe Luchi junto aos sócios Roger Garcia e Emerson Souza, em associação ao G8 Group, comandado pelo CEO Edgard Soares Filho, conta com uma boa estrutura que lhe permite ser muito mais do que uma butique. Dedica-se ao trabalho ombro a ombro com os criativos e marcas para que os filmes que produzir tragam o máximo de impacto, frescor e memorabilidade.

Esse Grand Prix é o reconhecimento não só de um filme mas de todo um pensamento que temos como produtora. O cuidado, o comprometimento e a colaboração com os criativos para chegarmos em um resultado extraordinário está no DNA da Santería. O que fizemos nesse projeto é justamente o que buscamos fazer em todos os outros para os quais somos procurados. Esse Grand Prix é só o começo. Mas temos que admitir que é um começo fantástico. Somos muito gratos ao júri“, comemora Felipe Luchi, diretor de criação da Santería.

 Assista ao filme “Let her run” com direção de Rafa Damy:

 

Leia outras notícias:

www.marcaspelomundo.com.br