Visa apresenta tendências para os meios eletrônicos de pagamento e campanhas de marketing

Visa apresenta tendências para os meios eletrônicos de pagamento e campanhas de marketing

Elisangela Peres conversou com Sergio Giorgetti, Vice-presidente de Marketing da Visa do Brasil sobre tendências e campanhas de comunicação que serão realizadas ao longo do ano. Assista!

Campanha “Para tudo que você Visa, Vai de Visa”:

A Visa lançou uma estratégia desenvolvida para ajudar a classe média a esticar seu orçamento mensal. A iniciativa busca trazer ao mercado um programa de benefícios relevantes para esse público.

Todas as ações serão baseadas na divulgação de uma série de benefícios e ofertas por meio de parcerias estratégicas em segmentos como saúde, educação e emprego. O principal objetivo é apresentar vantagens que proporcionem maior economia: grandes descontos em exames, consultas médicas, medicamentos, cursos à distância, além de colaborar na busca e no destaque em vagas de empregos, por exemplo.

Tendências:

A aceleração do uso de meios eletrônicos de pagamento no último ano significa uma mudança de comportamento do consumidor que veio para ficar. Soluções tecnológicas que já existiam ganharam ainda mais espaço no dia a dia das pessoas, o que levou empresas a investirem em presença digital.

Principais tendências pontuadas pela Visa para 2021:

1. E-commerce: a popularização e a emergência do comércio integrado

Em 2021, devemos ver o comércio integrado (operações online e física juntas) deixar de ser uma tendência para se tornar algo comum. Teremos novas formas de entrega e avanços tecnológicos para quem compra via app. Além disso, estratégias de comércio multicanal poderão tornar as empresas ainda mais ágeis para atender as constantes mudanças e necessidades dos seus clientes – como vimos no ano passado, as empresas ofereceram opções de compra on-line com retirada por drive-thru, por exemplo.

2. Pagamentos digitais tornam-se cada vez mais a opção padrão

A evolução ocorrida em 2020 na indústria de pagamentos digitais do mundo todo é irreversível. O uso de pagamentos por aproximação tornou-se uma medida de saúde pública para evitar a COVID-19 e nada indica que isso mudará pós-pandemia.  E isso não se aplica apenas às empresas tradicionais ou de grande porte: no mundo todo temos presenciado governos aumentando os limites das transações por aproximação, redes de transporte público atualizando seus sistemas para aceitá-los e pequenas empresas usando essa agilidade a seu favor. Como parte da expansão, os pagamentos nos pontos de venda e as plataformas de financiamento passarão por uma grande transformação para garantir que as opções digital-first sejam viáveis; além disso, as moedas digitais se tornarão um dos métodos preferidos dos consumidores para pagar suas compras.

3. Tap to Phone

À medida que os pagamentos por aproximação vão se tornando a experiência de pagamento padrão em pontos de venda do mundo inteiro, a tecnologia Tap to Phone – solução que transforma a geração atual de smartphones ou tablets Android em terminais POS baseados em software (softPOS) – permitirá que as micro e pequenas empresas entrem na economia digital com a simplicidade de um app. Tap to Phone permite que os vendedores aceitem pagamentos por aproximação sem a necessidade de adquirir um terminal de aceitação de pagamentos. Este produto está começando a crescer em algumas regiões e a expectativa é que 2021 e 2022 sejam anos de muito crescimento, conforme a popularização do uso de pagamentos por aproximação. Já existem planos de lançamento para o Brasil.

 4. Moeda digital para todos os consumidores

A cada dia, o sistema financeiro mundial fica mais próximo de um futuro com criptomoedas. O dinheiro digital está cada vez mais presente “nas carteiras” dos consumidores e nas mentes dos legisladores, inaugurando uma nova geração de moeda digital que deverá ser expressivamente consumida em 2021.

5. Marketplaces digitais são as novas “Ruas do Comércio” para as MPE

O pequeno empresário está sempre de olho em maneiras de entrar em mercados fora de sua comunidade local — principalmente agora que as normas para as compras presenciais e de controle da COVID-19 alteraram drasticamente a forma como as MPEs se mantêm conectadas com os clientes. Em 2021, enxergar os marketplaces como uma nova “Rua do Comércio” digital será fundamental para a sobrevivência das pequenas empresas. Além de ajudarem a pequena empresa a ganhar exposição, eles permitirão atingir novos clientes em potencial, vender seus produtos 24/7 e desenvolver novas experiências de atendimento para os consumidores que são digital-first.

6. Pequenas empresas frente às fraudes

As fraudes migraram para as transações no mundo online. Para evitar isso, a plataforma de tokenização da Visa cria e mantém boas experiências de pagamento dos seus clientes enquanto protege as informações sensíveis de seus consumidores contra fraudes. Com a migração para o online-first, as pequenas empresas precisam ficar atentas a esta tendência, visto que podem não estar tão bem equipadas quanto as grandes empresas no quesito segurança.

 7. Benefícios do pagamento eletrônico

Outra tendência muito importante, diz respeito à evolução dos benefícios dos cartões de crédito, um meio de pagamento com vantagens, como o parcelamento sem juros, programas de fidelidade, benefícios de seguro proteção de compra, proteção de preço, garantia estendida, além de benefícios de viagens. Em 2020, a Visa lançou uma plataforma global de customização de benefícios, que permite ao consumidor a possibilidade de escolher o pacote de benefícios que deseja usufruir.

8. A vez do débito online

O débito, por sua vez, também ganha espaço nas tendências de 2021. O uso da modalidade vem assumindo um crescimento importante, uma vez que, em meio a instabilidade do momento, a população passa a preferir pagamentos à vista, além do uso de pagamentos digitais ao manuseio de dinheiro em papel. A categoria de débito online cresceu com o aumento da presença de empresas no e-commerce. A implantação de tecnologia de segurança, como o 3DS 2.0, por exemplo, favoreceu as transações virtuais, e deverá se popularizar, trabalhando nos bastidores para que todos possam ter a melhor experiência possível em seus pagamentos digitais.

 

Leia outras notícias:

Marketing da Visa – Confira entrevista com Sergio Giorgetti – VP de MKT da marca

Visa escolhe VTeam, joint venture entre F.biz e Y&R, como sua nova agência

http://www.marcaspelomundo.com.br