Petz convida marcas a aderirem à Lincença PETernidade

Petz faz convite a marcas à Lincença PETernidade

A Licença PETernidade, movimento lançado pela Petz, rapidamente sensibilizou grandes empresas comprometidas com o bem-estar animal. Depois da rede de pet shop ter anunciado seu compromisso de destinar dois dias para que os colaboradores que adotam um animal possam fazer sua adaptação em casa, a Vivo, Ogilvy, Royal Canin, Zee.Dog e a consultoria Great Place to Work aceitaram o convite para aderir ao movimento, oferecendo a licença a seus colaboradores e destinando esforços para o reconhecimento dos benefícios dos pets na vida das pessoas. 

O projeto, idealizado pela agência Ogilvy Brasil, propõe um grande movimento que deve contagiar ainda mais empresas de diferentes segmentos, a fim de gerar na sociedade uma conscientização sobre o bem-estar animal e reforçar o quanto a relação pet e tutor é positiva. Além da licença, o projeto contempla também uma curadoria de conteúdo nos canais digitais trazendo informações para o tutor que acaba de levar um novo pet para casa. 

Para Ana Cecília de Paula e Silva, head de Marketing e Comunicação Institucional da Petz, “o objetivo do movimento é promover a reflexão sobre o bem-estar animal e a adoção responsável, além de ajudar a fortalecer a conexão entre pets e tutores. A ideia de reunir empresas importantes dos mais diversos setores da sociedade é um interesse genuíno na conscientização sobre o tema. Quanto maior a adesão, maior o número de pets bem acolhidos nos primeiros dias no novo lar”, destaca a executiva. 

Márcio Fritzen, diretor executivo de criação da Ogilvy, o movimento reflete a importância dos animais de estimação na vida das pessoas. Ao mesmo tempo, reforça o papel das empresas tanto no fomento à saúde mental quanto no respeito aos animais. “Estamos vivendo a introdução dos pets às famílias. Se no passado eles ficavam no quintal, hoje estão com a gente no sofá. Antes eles eram nossos melhores amigos, hoje são também filhos. Nesse contexto, a Licença PETeternidade faz todo sentido porque não basta decidir pela adoção, é preciso oferecer condições para as pessoas nesse momento”, contextualiza o criativo. “Estamos felizes porque esse movimento já pegou”. 

No segmento pet, duas grandes marcas também aderiram ao movimento: a marca de acessórios Zee.Dog, e a marca de nutrição Royal Canin, marca de ração que possui licença semelhante desde 2018 no Brasil. “Nosso desejo é o de que cada vez mais pessoas experimentem os incríveis benefícios oriundos da relação humano-animal e sabemos que para que ela seja saudável desde o início a dedicação de um tempo de qualidade para recepção e adaptação do novo pet em casa faz toda a diferença. Além disso, sabemos que o novo tutor também necessita cuidar da saúde do animal e ter esse tempo disponível para a ida ao Médico-Veterinário, por exemplo, faz toda a diferença. Estamos muito felizes em nos juntarmos a este movimento liderado pela Petz”, conta Carlos Martella, Diretor de Marketing da Royal Canin Brasil. 

Também aderiu à licença a consultoria Great Place to Work, conhecida globalmente por reconhecer as melhores empresas para trabalhar. A adoção da licença PETernidade amplia o cardápio de benefícios da consultoria, que busca sempre acompanhar as tendências do mundo do trabalho e fazer a conexão com seu time e sua cultura. 

“Com a pandemia, percebemos que a adoção de pets aumentou muito e essa licença ajudará na adaptação no novo lar, que deixou de ser apenas lar e virou também escritório. Uma ambientação bem feita é um super ganho para todos”, diz Lilian Bonfim, diretora de recursos humanos do Great Place to Work. “Além disso, há vários estudos que apontam a relação direta entre a convivência com um pet e o impacto positivo no bem-estar geral, incluindo a saúde mental, um pilar que vem ganhando atenção especial nas empresas.” 

Como Funciona?

A Licença PETernidade funciona da seguinte forma: ao realizar a adoção de um cão ou gato, os colaboradores da Petz deverão notificar o RH da empresa, apresentando as devidas documentações que comprovam a iniciativa, e então passam a usufruir do benefício de dois dias livres para cuidar do pet. 

Vale lembrar que cada companhia que adere ao programa tem a liberdade de estabelecer como funcionará a sua própria mecânica e informar seus colaboradores internamente. 

A Petz também preparou, com o apoio de médicos veterinários e especialistas em comportamento animal, uma curadoria de conteúdo para o novo tutor, com orientações e dicas para o período de adaptação, no endereço https://licencapeternidade.petz.com.br/. “Na página, disponibilizamos muito conteúdo, como as adaptações mais importantes e as particularidades entre cães e gatos, informações sobre a importância do check-up e prevenção de doenças, ideias de brincadeiras, e até checklists para tutores sem tanta experiência”, finaliza Ana Cecília. 

Confira o o vídeo da campanha:

 

Leia outras notícias:

Petz e Budweiser criam trono personalizado para os “reis” do lar