Audio.ad realiza estudo sobre o consumo de áudio digital

Audio.ad realiza estudo sobre o consumo de áudio digital.

A Audio.ad, unidade de negócios da Cisneros Interactive, realizou um estudo sobre o consumo de áudio digital nos últimos tempos. Em parceria com a Brandwatch, a empresa especialista em publicidade em áudio digital aplicou mil questionários online em todo o país, que foram auto administrados por computadores em rádio online e streaming, entre os dias 01 e 15 de janeiro de 2021.

A pesquisa teve como propósito descobrir os hábitos de consumo de conteúdo de áudio digital, além de identificar as preferências e os tipos de conteúdo de áudio digital mais valorizados pelos usuários e, por fim, conhecer os processos e parâmetros de compra de produtos anunciados em ambientes de áudio digital. Com dados coletados por duas semanas e analisados pela Brandwatch-Qriously, empresa de tecnologia de propriedade da Brandwatch, percebeu-se que 66% dos entrevistados consomem mais de uma hora diária de áudio digital.

Os dados também avaliam que as situações em que as pessoas escutam o áudio são bem variadas e não seguem um padrão. Vão desde o momento em que acordam (14%) e usam a internet (18%), até quando saem para correr e caminhar (10%), trabalham (16%) ou estão em trânsito (8%).  “Muitos tiveram suas rotinas modificadas por causa da pandemia e isso gerou uma mudança no horário em que passaram a consumir o áudio digital, que antes, na maioria dos casos, era no trajeto do trabalho/escola para casa e vice-versa”, conta Rodrigo Tigre, Country Manager da Cisneros Interactive.

Quanto ao perfil do usuário, o gênero não tem muita diferença, mostrando que homens (49%) e mulheres (51%) consomem na mesma proporção. No entanto, a faixa etária é mais diferenciada: 15% de 18-24 anos, 21% de 25-34, 21% de 35-44, 17% de 45-54, 13% de 55-64 e 12% de mais de 65 anos. Um fato bem interessante observado é que ¼ dos ouvintes são pessoas com mais de 55 anos.

Já o consumo por dispositivo, a diferença é bem discrepante. 82% das pessoas escutam o áudio digital por meio do smartphone, principalmente por se tratar de um meio democrático e de fácil acesso, utilizado pela maioria dos brasileiros, principalmente para acessar à internet.

Em relação ao tipo de conteúdo que escutam, os dados mostram que a cada 10 pessoas, 5 escutam podcast de 1 a 3 vezes por semana; e 4 escutam entre 2 e 5 programas em particular. No rádio online, são 4 em cada 10 pessoas que escutam rádio de 1 a 3 vezes por semana; e o mesmo número para aqueles que escutam música mais de 7 vezes por semana. Nesse quesito, 70% das pessoas afirmaram não pagar por assinatura de aplicativos ou serviços para ouvir música online.

Por fim, o estudo da Audio.ad revela números sobre a publicidade no áudio digital. Em 2020, 4 em 10 pessoas compraram entre 1 e 3 produtos após ouvir um anúncio de áudio digital e 47% pensam que a publicidade em áudio digital é moderada. Quanto aos produtos e serviços mais adquiridos no ano passado, estão: roupas ou sapatos (27%), eletrodomésticos (26%), tecnologia (22%), produtos de supermercado (22%), educação (21%), eventos (17%), carros ou motos (17%), seguros (16%), turismo (14%), produtos bancários (12%), investimentos (11%).

 

Leia outras notícias:

https://marcaspelomundo.com.br/anunciantes/toyota-apresenta-nova-hilux-2021-com-estrategia-centrada-em-audio-digital/